#01 - O Jardim do Diabo

Autor: Luis Fernando Veríssimo
Ano: 1988
Descrição: O Jardim do Diabo, romance de Luis Fernando Veríssimo, é um thriller bem-humorado e inteligente. Uma mulher é encontrada esfaqueada em seu quarto - na parede, escritas com sangue da vítima, palavras em grego. É isso que o inspetor Macieira conta a Estevão, um escritor de histórias policiais, sempre assinadas com um pseudônimo americano. O inspetor Macieira vai atrás de Estevão por um detalhe - a cena do crime é exatamente igual à descrita por ele em seu último romance. O assassinato, no entanto, ocorreu antes de o livro ser lançado. A partir dessa visita, os dias monótonos de Estevão começam a ser invadidos por seus personagens. Vida e ficção passam então a disputar um jogo fascinante do qual o leitor é grande testemunha. Com seu proverbial humor, Veríssimo nos envolve numa divertida trama, cheia de referências policiais e recursos de metalinguagem.
Escala-Lia:
Comentário: Começo com o pé na porta. Não me sinto nada à vontade em criticar LF Veríssimo, mas não, não gostei desse livro. Tenho certeza de que não entendi a sua proposta. Eu li a edição de 1988, mas não acredito que seja diferença de versões. O que me conforta é o fato de que pessoas às vezes não gostam daquilo que não conhecem ou não entendem. Como Kill Bill, por exemplo. Conversei com gente que disse ter detestado o filme, mas eu percebi que elas simplesmente não o entenderam.
O modo como Veríssimo trabalha os 3 "cenários" (passado, presente e ficção) é ótimo! Parece mais ou menos como nossa mente funciona, quando passa de um pensamento a outro. Mas fora isso, a sensação que tenho é de que perdi a piada.

voltar